fbpx

Todo supermercadista que sonha grande quer ver sua loja crescendo continuamente, não? Mas como lograr êxito nessa busca incessante pela excelência se não se tem parâmetros, se não se tem referências de caminhos a seguir? Principalmente no setor varejista, parece que a grama do vizinho é sempre mais verde em algum ponto. Quem nunca resmungou que o concorrente pratica um “preço impossível” de baixo e atrai os clientes e disse “eu queria poder vender barato assim”? A resposta para melhorar esse quadro é o benchmarking. Mas como fazer isso? Como monitorar a concorrência e saber o quanto obtenho de lucro com os meus produtos? Acompanhe…

O que é benchmarking?

O benchmarking é uma das mais relevantes estratégias para aumentar sua eficiência. Benchmarking vem da palavra benchmark que, em tradução livre, significa “referência”. 

Trata-se um minucioso processo de pesquisa que permite aos gestores compararem produtos, práticas empresariais, serviços ou metodologias usadas pelos rivais, absorvendo algumas características para alçarem um nível de superioridade gerencial ou operacional.

Assim, fazer um benchmarking nada mais é do que buscar as melhores referências e práticas realizadas pelas empresas do seu mercado. O objetivo é encontrar oportunidades e melhorias para o seu negócio a fim de obter sempre maior poder competitivo.

Geralmente esse método é aplicado da porta para fora da loja, mas também pode ser feito um benchmarking interno. Com isso, certamente você pode aumentar o desempenho dos seus colaboradores.

Muitos ainda têm a visão de que essa prática não é relevante ou que seus resultados não levam a conclusões importantes. Porém, isso precisa mudar o quanto antes se você quiser desenvolver seu negócio.

Porque fazer um benchmarking?

Fazer benchmarking é fundamental para qualquer empresa que quer se tornar excelente naquilo que faz. Ao fazer o monitoramento da concorrência, você irá encontrar formas de adaptar as melhores práticas do mercado à sua realidade e aprimorar seus processos e práticas.

Porém, para um desenvolvimento em grande escala e contínuo é preciso entender o que precisa ser feito para chegar lá. É importante ressaltar que não se trata de uma simples imitação, mas da capacidade em enxergar as melhores práticas e adequá-las às peculiaridades de sua companhia. 

Com um bom benchmarking, você pode encontrar ideias de melhorias para o seu produto ou serviço, descobrir formas de reduzir custos, ganhar eficiência operacional, aumentar a produtividade, aprimorar seus processos e práticas empresariais para chegar o mais próximo possível da eficiência total e ganhar maior conhecimento do mercado, dentre muitas outras coisas.

Para isso, não é necessário levar em conta o tamanho da empresa que será analisada. Ela pode ser a líder no segmento do país ou seu concorrente de bairro, o trabalho feito precisa ser o mesmo, seja de um único setor específico, um determinado produto ou algo mais amplo.

É importante que o processo seja assertivo para retirar o maior número de oportunidades possíveis. Para isso, você sempre vai precisar definir objetivos de análise, indicadores e adequação de proposta e definição de metas.

Além disso, entenda que fazer um benchmarking não é algo pontual. Assim como você os outros também estão em constante evolução. Então é preciso criar um planejamento para essas análises de maneira recorrente.

Por isso é bom ter em mente que existem diferentes formas de se fazer o monitoramento da concorrência. Antes de mais nada, é importante saber quais pontos devem ser monitorados e quais empresas serão analisadas. 

E nesse ponto entram diversos detalhes que farão a diferença no resultado final, como se concentrar em itens específicos do que se quer analisar, como tributação, contabilidade, merchandising, layout de loja, curva ABC, mix de vendas, logística e muitos outros detalhes que impactam no lucro de um supermercado.

O ideal é que o benchmarking se torne uma prática recorrente, que faça parte da cultura da empresa, e que seja desenvolvida por todos os departamentos.

Assim, a equipe de marketing vai monitorar como os concorrentes estão divulgando seus produtos, sua presença digital em redes sociais, Google, sites e blogs, seu posicionamento e sua imagem de marca. Bastante coisa, não?

Colocando a mão na massa

Em teoria tudo parece bastante simples. O normal é mirar nos líderes do segmento e copiar o que eles fazem para garantir o sucesso. Porém, como sabemos, não existe fórmula mágica.

Uma má aplicação dessa estratégia pode não trazer resultados e com isso você perde tempo, e quem perde tempo perde dinheiro. Por essa razão, como falamos anteriormente é preciso ter um processo estruturado e metas definidas.

E em vez de monitorar apenas a líder, por que não escolher as duas ou três maiores empresas do seu mercado? Além disso, pode ser interessante monitorar aquela empresa que está crescendo rapidamente ou aquela que tem um tamanho e uma área de atuação muito parecida com a sua.

Por exemplo, se o seu produto é vendido localmente, você pode monitorar a grande marca nacional, mas não deixe de acompanhar também o seu concorrente local.

Por isso ressaltamos que é preciso saber o que você quer comparar. O preço dos produtos? A variedade do catálogo? O atendimento? A estratégia de marketing? Os métodos de pagamento? São muitas variáveis… Uma vez definido o objetivo, é hora de estruturar o plano. Confira um passo a passo resumido:

  • Escolha das lojas de referência;
  • Definição dos meios de mensuração;
  • Coleta dos dados;
  • Análise dos dados;
  • Apresentação dos dados à equipe;
  • Discussão sobre os resultados;
  • Definição de metas para melhoria;
  • Criação de planos de melhoria.

A dica de ouro da Alerta Fiscal

Um cuidado importante que você deve ter com o benchmarking é o de não abrir mão da identidade do seu negócio na hora de aproveitar os insights obtidos: adapte os resultados à sua realidade, ao invés de simplesmente copiar os concorrentes.

Lembre-se também de que, por mais criteriosa e detalhada que seja a sua coleta de dados, há uma série de aspectos que apenas os gestores do empreendimento conhecem. Assim, tenha prudência na hora de tentar replicar práticas de preços e ofertas, por exemplo.

Nesse ponto é bom contar com ajuda especializada que pode fazer esse mapa a quatro mãos, entendendo especificamente as necessidades do seu negócio.

A Alerta Fiscal é especialista em atualização de cadastro de produtos baseado na tributação dos itens, de modo que isso fornece ao comprador um comparativo único das mercadorias vendidas. Com isso o supermercadista consegue saber qual produto é mais vantajoso vender na loja com base na tributação. 

Como dissemos lá no início, numa rápida comparação você constatou que seu concorrente consegue vender mais barato que você, mas não sabe o motivo. Com a Alerta Fiscal você fica sabendo quais produtos você consegue vender mais barato com base na tributação de fornecedores. 

Se sua empresa possui uma linha grande de produtos e vende para diversos estados, com clientes de perfil variado, com toda certeza deve ser um grande desafio identificar a tributação de cada idem, afinal as hipóteses e variáveis são muitas, inclusive devido a diferenciação da substituição tributária e a constante mudança da legislação.

Quem trabalha no setor de varejo faz muitas compras de produtos para revender no seu mercado. E, geralmente, se compra sempre no mesmo estado de atuação, certo? Mas nem sempre o menor preço é o melhor negócio.

Explicamos o porquê: dificilmente você tem conhecimento de qual é o melhor fornecedor não apenas no preço, mas em relação à TOMADA DE CRÉDITO!

Foi pensando nisso que a Alerta Fiscal criou a exclusiva Calculadora Fiscal! Ela já tem embutida todas as regras tributárias, programas e alíquotas para você saber qual é a melhor negociação para que você compre de um determinado fornecedor. Isso é um BENCHMARKING SEM IGUAL!!! 

Ou seja, você tem em tempo real o verdadeiro custo operacional daquele produto em créditos tributários e consegue comparar com o seus concorrentes. Além disso, você consegue saber qual é o melhor preço para vender aquele produto, ou até mesmo zerar seu estoque com prejuízo ZERO!

ISSO É CUSTO INTELIGENTE! E isso, só a Alerta Fiscal faz! Quer ver um exemplo na prática? Entre em contato que nós te mostraremos como maximizar seus lucros!

Por Atracto