fbpx

Você já ouviu falar de consumo por experiência? Cada vez mais as pessoas buscam por produtos e marcas que tenham uma representatividade baseada em propósitos construtivos. Por isso, a inovação no varejo é personalizar, seja seu negócio, produto ou atendimento. 

 

O que antes era uma característica das novas gerações como os Millennials e Z, hoje vem ganhando cada vez mais adeptos. O consumidor atual quer entender o que está por trás de tudo aquilo que ele deseja consumir. O preço já não é um elemento forte de concorrência.

 

Ele busca informações concretas antes de realizar a compra, que levam em conta a fonte geradora do produto e se seus processos respeitam pilares sociais e ambientais, por exemplo. Quer entender como a empresa pensa sobre questões mundiais e da atualidade e qual o seu posicionamento dentro da cadeia comercial. 

 

Olhando assim, pode parecer um pouco complexo e assustador, mas na verdade são questões que deveriam estar claras desde o momento que o empresário decide abrir seu próprio negócio. É vender por vender? Ganhar dinheiro e pronto? 

 

Se você pensa assim, talvez seja o momento de se reinventar e descobrir uma intenção que vá além do lucro. Já parou para pensar como sua empresa pode de fato contribuir para a vida das pessoas, sejam elas seus clientes ou não? É disso que falamos quando abordamos a inovação no varejo. 

INOVAÇÃO NO VAREJO: REVENDO SEU POSICIONAMENTO

 

Dica 1 – Essa é a nossa primeira dica para iniciar o processo. Reveja seu posicionamento dentro da dinâmica varejista e o que de verdade, você espera do seu negócio em nível pessoal, financeiro e social. 

 

Claro que todo mundo que abre uma empresa, espera com ela gerar lucros, crescer e se tornar sustentável no longo prazo. Mas o resultado financeiro não pode mais ser seu único objetivo. É algo que fica muito claro aos consumidores e assim, sua empresa não irá sobreviver.

 

Além de vender por vender, como os itens que você comercializa podem agregar, facilitar e até mudar a vida de quem está adquirindo? 

 

Reavalie valor, visão e missão da empresa. Reconstrua, renove, reinvente. Isso é inovação no varejo! Mas seja honesto com você em primeiro lugar. Talvez esse, seja inclusive, um chamado para sua transformação como pessoa e consequentemente, como empresário. 

 

DE DENTRO PARA FORA OU DE FORA PARA DENTRO?

 

Dica 2 – Se for muito difícil tirar essas informações de dentro de você e externalizar para a empresa, você pode fazer o processo inverso, olhando para o que está acontecendo fora e incorporar em seu negócio aquilo que te fizer sentido.

 

Estamos falando aqui de um processo habitual, ou que pelo menos deveria ser, de qualquer empresa que é pesquisar e conhecer seu público-alvo. Que tal organizar algumas estratégias para identificar o que as pessoas que consomem seus produtos estão buscando?

 

O site Infovarejo apresenta algumas dicas para esse processo de inovação no varejo, confira:

 

“Primeiro, separe o que você já sabe. Veja os perfis dos seus clientes e quais informações básicas de identificação você possui. 

Colete:

 

  • Nome;
  • Endereço;
  • E-mail;
  • Número de telefone;
  • Aniversário;
  • Como ele ouviram sobre sua loja;
  • Quem o ajudou durante suas experiências na loja;
  • O que ele costuma comprar em sua loja.

 

Agora é hora de ir mais fundo, analisando dados transacionais. Isso inclui o histórico de compras de um indivíduo, no qual você pode adicionar o perfil do cliente, bem como as tendências gerais de vendas.

 

Por exemplo, veja quais produtos os compradores costumam comprar juntos ou sucessivamente. Seu PDV deve fornecer esses tipos de informações para ajudar a informar sua estratégia de personalização.”

 

Abrangendo ainda mais esse processo tão importante, você pode investir em um mapeamento mais amplo, contemplando as redes sociais. Saber que tipo de informação e outros segmentos e empresas o seu perfil de consumidor interage. 

 

O que ele tem buscado nos seus consumos, como ele se posiciona diante de questões gerais do Brasil e do mundo? Obter essas informações podem te ajudar a iniciar a mudança que você precisa fazer se quiser continuar sendo competitivo no mercado. 

INOVAÇÃO NO VAREJO: PERSONALIZE O SEU NEGÓCIO

 

Colocando em prática a dica de número um e a dois começamos a entrar mais a fundo no processo de personalização do seu negócio e na maneira de entregar e gerar valor ao seu cliente. Existem inúmeras maneiras simples de iniciar esse processo.

 

Dica 3 – Crie uma ponte do online com o offline. Desenvolva ferramentas que possam integrar os dois mundos. Sabendo o que seu cliente procura no digital você pode criar uma realidade dessa busca em seus pontos de vendas. 

 

Assim como é possível nas lojas físicas gerar ações que levem os clientes aos seus canais disponíveis na internet como sites, aplicativos e redes sociais. Um exemplo simples: Na compra de um produto que está disponível no PDV ele ganha um cupom de desconto para utilizar na sua ferramenta de e-commerce. As possibilidades são infinitas. 

INOVAÇÃO NO VAREJO TAMBÉM NA HORA DE SE COMUNICAR

 

Dica 4 – A forma de fazer propaganda também mudou e você precisa estar atento à isso. Com o consumo cada vez maior de informação através dos meios digitais, investir em plataformas que atendam esse novo perfil são uma excelente estratégia.

 

Você pode sozinho ou junto com agências de marketing e especializadas nesse novo segmento criar campanhas divulgadas através das redes sociais em lives e também usar um recurso que ganhou muito espaço na agenda durante a pandemia, os streamings. 

 

LIVE

 

Live nada mais é que uma transmissão ao vivo de áudio e vídeo na internet, geralmente feita por meio das redes sociais. Traduzido para o português e no contexto digital, significa “ao vivo”. Podem ser feitas de formas simples, rápidas e de qualquer lugar que tenha uma boa conexão de internet. 

 

Elas permitem um tempo considerável de transmissão (o que vai variar de acordo com a plataforma escolhida para transmissão) e não possuem limitação para o número de espectadores. 

 

Os usuários se conectam com essa transmissão tanto através de celulares, computadores e televisores que possuem a tecnologia smart. Ou seja, um grande potencial de alcance. 

 

STREAMING

 

O streaming é a tecnologia de transmissão de dados pela internet, principalmente aúdio e vídeo, sem a necessidade de baixar o conteúdo. O arquivo, que pode ser um vídeo ou uma música, é acessado pelo usuário online. O detentor do conteúdo transmite a música ou filme pela internet e esse material não ocupa espaço no computador ou no celular. 

 

Quais os benefícios do streaming?

 

Um dos principais benefícios do streaming é a comodidade: através de uma conta (que pode ser gratuita ou paga, depende da plataforma), você tem acesso a um acervo de filmes, séries, músicas e outros conteúdos. 

 

Ou seja, o uso desses recursos tecnológicos podem ser um excelente investimento para falar com seu público externo, abrindo um novo canal de comunicação e criando inclusive, novos hábitos de consumo. Além de divulgar produtos, há a possibilidade de criar programas com dicas e assuntos relacionados ao segmento do seu varejo. 

 

“O dono do varejo pode usar a tecnologia do streaming tanto para criar e transmitir seus próprios conteúdos, quanto para firmar parcerias com eventos musicais, por exemplo, para vender seus produtos direto ao público que está assistindo a transmissão. 

 

Tudo feito através de outra ferramenta utilizada nestes casos, conhecida como QR Code. É uma ótima alternativa para o cenário atual.”, afirma Thyrson – CEO e proprietário da agência EVO Bookings.” – Trecho do artigo TECNOLOGIA NO VAREJO: COMO USAR FERRAMENTAS DE FORMA ASSERTIVA?

GERENCIAMENTO CONTÍNUO

 

Dica 5 – Utilize ferramentas de gestão contínua. Para que qualquer ação de personalização e inovação no varejo sejam possíveis, ter seus processos internos sob controle será fundamental e é para isso que um sistema como esse existe.

 

Você pode controlar as mercadorias em estoque, folha de pagamento, pagamento de tributos e impostos, definir melhores preços para compra e venda de mercadorias, elaborar um planejamento financeiro assertivo e muito mais. 

 

Ela será sua aliada para o levantamento de todas as necessidades do negócio, desde o fechamento até a entrega. Entende como todas as etapas se interligam e agregam valor ao seu negócio facilitando todo esse processo de transformação? 

 

Usando as ferramentas corretas e as dicas que sugerimos aqui, implementar a inovação no varejo se torna uma tarefa muito mais fácil e tranquila de ser realizada. 

 

Por Atracto


 

Você também pode gostar do artigo VAREJO 4.0: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER!