fbpx

Se você tem acompanhado nossos últimos artigos, já percebeu que estamos trazendo muitas dicas bacanas para tornar o seu negócio ainda mais lucrativo e sustentável, pois acreditamos que com informação e mão na massa tudo é possível. E hoje não será diferente, vamos falar aqui de 4 tendências do varejo e como essas práticas vão impactar positivamente a sua rotina.

 

A ideia é abrir a sua cabeça para um novo cenário que vem se transformando há algum tempo e que ganhou uma nova página com a chegada do Coronavírus. Sabemos que é muita mudança para lidar em tão pouco tempo, mas também acreditamos que é possível se adequar e inovar em momentos de crise. 

 

Tudo é uma questão de manter a calma e fazer o que precisa ser feito de forma assertiva e eficaz. Estudando as novas possibilidades e as melhores maneiras de implementá-las em sua empresa. Lembrando que, independente da pandemia, o mundo está em constante transformação e quem se mantém parado no tempo, inevitavelmente fica para trás e perde espaço no mercado. 

 

Então é de extrema importância que você se conscientize de uma vez por todas que se reinventar constantemente faz parte do perfil empreendedor e é uma habilidade que pode, e deve, ser desenvolvida por qualquer empresário, seja ele dono de um pequeno, médio ou grande negócio. 

 

Vamos começar juntos essa transformação? 

 

 

1 – IMPLEMENTAÇÃO DE TECNOLOGIAS 

 

 

Estamos falando muito sobre o uso das mais variadas tecnologias desenvolvidas e adaptadas para o varejo. Ferramentas essas, que envolvem desde a experiência do cliente, como os processos internos de gestão de estoque, controle financeiro e gerenciamento de obrigações fiscais. 

 

Entender que você precisa investir no uso de recursos tecnológicos para tornar a sua empresa eficiente e apta para concorrer com outros CNPJs é fundamental. Não dá mais pra achar que a boa e velha prática de fazer negócios vai te levar longe e garantir o crescimento e sucesso que você tanto almeja, porque não vai. Ou você se rende aos novos tempos ou ficará para trás e até deixará de existir. 

 

Um dos pontos que na grande maioria das empresas é deixado de lado está diretamente ligado com a gestão de tributos e impostos. Um erro gravíssimo, já que estamos falando de uma questão legal, ou seja, algo que você é obrigado a cumprir ao longo de todo o processo dentro do varejo. Um exemplo simples: a carga tributária aplicada na compra e venda das mercadorias que você comercializa.

 

Por isso, investir e um software de gestão tributária é um dos investimentos tecnológicos mais certeiros que você pode fazer neste momento. Entenda melhor:

 

VANTAGENS DE TER UM SOFTWARE DE GESTÃO TRIBUTÁRIA 

 

REDUÇÃO DE RISCOS 

 

“Logo de cara você já se beneficia com a possibilidade de poder identificar, calcular, mensurar e diminuir riscos na esfera tributária. Uma vez que o recolhimento de tributos obrigatórios, está, ou pelo menos deveria, no seu planejamento financeiro. Isso vai de encontro com a redução de prejuízos e da chance de penalidades fiscais.

 

IDENTIFICAÇÃO DE BENEFÍCIOS FISCAIS 

 

Ta aí uma palavra que gostamos de ler: benefícios! E eles existem, sim, e estão à sua disposição para serem utilizados. Mas você só conseguirá identificar os créditos fiscais aos quais tem direito se fizer uma revisão tributária eficiente em seu negócio. Não aproveitar essa vantagem, também significa perder dinheiro. 

 

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO E DE PREÇOS 

 

O planejamento tributário permite que você tenha uma visão 360º da sua empresa e consiga identificar os pontos cegos que vão exigir mais dedicação. Porque de nada adianta estar com uma parte do processo redonda, se tem algo de errado no meio do caminho. É como se você estivesse o tempo todo apagando incêndios e nadando sem sair do lugar.

 

Além disso, o uso da ferramenta também vai te alimentar com dados suficientes para que você consiga ter um panorama muito melhor no momento de comprar, e principalmente, de vender seus produtos, ajudando a precificar cada mercadoria. mantendo assim, um equilíbrio saudável entre saída e entrada de receita. 

 

Agora você deve estar se perguntando: além de investir em um software de revisão tributária eu preciso ter alguém especializado para executar essa tarefa? E a resposta é SIM! De nada vai adiantar ter a ferramenta se não existir a mão de obra qualificada para tirar o melhor proveito de todos os recursos que ela oferece.

 

Nossa dica de ouro é contar com a ajuda de uma assessoria fiscal e tributária especializada como a Alerta Fiscal. E pode ter certeza que investir nesse combo é algo muito mais acessível do que você imagina. Entenda as vantagens: 

 

O trabalho executado envolve de forma geral soluções fiscais e tributárias e englobam todo o processo desde análise inicial, traçando caminhos e apontando pontos de melhorias. Além de auxiliar na difícil tarefa de manter suas informações de produtos e, consequentemente, suas obrigações fiscais atualizadas e corretas elaborando um levantamento completo das necessidades para classificação correta de produtos e auditoria nas notas fiscais e demais documentos.” – Trecho do artigo AS VANTAGENS DE INVESTIR EM UM SOFTWARE DE REVISÃO TRIBUTÁRIA

 

 

2 – MUDANÇA NA MANEIRA DE SE COMUNICAR 

 

 

Taí um aspecto que sofre alterações a todo momento: a maneira de consumo de informações. E isso vale também para o comércio varejista. Se antes bastava preencher painéis com as ofertas de preços e pregá-las do lado externo da loja física ou entregar os famosos jornais com os preços de produtos, hoje apenas isso, não é mais o suficiente.

 

A forma de consumir e de optar por uma empresa no momento da compra vem sendo muito influenciada por seu posicionamento diante de variados aspectos, assim como, observamos também a migração para novas plataformas informativas. 

 

Queremos dizer que você precisa estar onde o seu cliente está e aprender a criar conteúdos que vão muito além de preços e promoções. Hoje as pessoas querem saber o que a empresa faz além de vender, o que ela pensa sobre as questões centrais do mundo, como ela trata seus clientes. É preciso gerar aproximação.

 

Se fizer um rápido estudo, verá que seus clientes estão consumindo e procurando empresas através, principalmente, das redes sociais. E aí eu te pergunto: seu varejo já possui um perfil nas principais plataformas? Como é construindo o relacionamento com seus consumidores? 

 

Estar atento à essa tendência que só cresce e se fortalece vai te colocar em outro patamar. Aposte nesse nicho e crie novas conexões com os usuários.

 

 

3 – ENTREGAS RÁPIDAS 

 

 

“Outro ponto que agrega valor direto com o consumidor é a entrega rápida de compras online. Na era da gratificação instantânea, os consumidores desejam seus pedidos o mais rápido possível. Um exemplo surpreendente é a Amazon, por exemplo, que, com o sistema Prime Air, usa a tecnologia drone para entregar pedidos dos compradores em trinta minutos ou menos, após a finalização do pedido.

 

O caso citado é uma realidade muito a parte para a grande maioria das empresas. No entanto, é um case para se inspirar e buscar novas alternativas na hora das entregas.

Nesse contexto, é fundamental que os varejistas tenham parceiros logísticos e transportadoras de confiança flexíveis na implementação de novos serviços.

 

Uma dica bacana para esses casos, dada pelo Ricardo Hoerde – CEO da Diálogo Logística (empresa especializada em entregas fracionadas para e-commerce) – é que, quando houver disponibilidade, você transforme sua loja física em um estoque que possa atender também aos pedidos online – que podem ser retirados na loja. Assim, é possível reaproveitar o estoque, além de atrair os clientes para dentro de sua loja física e acelerar o processo de entrega.” – Fonte site Goedert.

 

4 – CULTURA DA EQUIPE 

 

 

O que observamos normalmente é um forte investimento para melhorar a experiência do consumidor, mas já foi constatado, não só como uma tendência, mas sim como uma necessidade real, apostar também na experiência do colaborador. Afinal, é ele que faz com que tudo dentro da empresa funcione perfeitamente para que no final dessa cadeia o cliente esteja satisfeito.  

 

Investir na cultura da equipe faz com que o trabalhador se sinta parte da empresa e valorizado como profissional, aumentando automaticamente sua capacidade produtiva. Treinamento e capacitação profissional são algumas das medidas que podem ser adotadas, mas você também pode criar um ambiente de trabalho acolhedor, empático, com resolução de conflitos e sempre aberto ao diálogo. 

 

Estar atento às tendências do varejo é uma demonstração de interesse no desenvolvimento contínuo do seu negócio. E para mais dicas como essas leia os outros artigos que produzimos sobre a temática e que foram publicados aqui no blog. 

 

Por Atracto


 

Você também pode gostar do artigo COVID-19: O QUE O VAREJO VEM APRENDENDO COM O NOVO CENÁRIO GLOBAL?