fbpx

Você tem o hábito de praticar a revisão fiscal com frequência em sua empresa? Se a resposta é não, acompanhe esse artigo até o final e entenda o porque essa prática é tão relevante e fundamental para o bom funcionamento do seu negócio. 

 

Já não é novidade para ninguém o quão alta são as cargas tributárias aplicadas no Brasil, entre outras coisas, um dos principais impactos para o comércio varejista está relacionada à diminuição considerável de lucro em decorrência do pagamento demasiado de impostos. 

 

A prática da revisão fiscal pode te ajudar a minimizar os efeitos dessa questão, como por exemplo, indicando a possibilidade de recuperação de créditos tributários não utilizados. Isso pode ser feito em um prazo de até 5 anos e está respaldado pela lei Lei Nº 5.172, de 25 de outubro de 1966.

 

E vale ressaltar também que é bem comum empresas pagarem impostos à maior, pelo simples fato de não dedicar tempo para estudar e analisar as informações fiscais e tributárias da empresa, o que consequentemente acaba por gerar um desfalque desnecessário no caixa da organização. 

 

Sendo assim, a revisão fiscal se torna uma ferramenta potente de apoio e direcionamento para que gestores tomem medidas assertivas com foco no equilíbrio tributário da empresa. Vamos entender melhor como isso funciona.

 

O QUE É REVISÃO FISCAL? 

 

A revisão fiscal é um processo de análise e auditoria de todas as atividades fiscais da empresa, que tem como objetivo a recuperação de créditos tributários e o desenvolvimento de estratégias para organizar a situação fiscal, sempre focado em diminuir os impactos negativos da tributação indevida. 

 

Entre os pontos que são levados em conta para uma revisão eficiente estão:

 

  • cálculo tributário;

 

  • pagamento de impostos;

 

  • escrituração fiscal;

 

  • emissão de notas fiscais;

 

  • preenchimento de obrigações acessórias.

 

Ou seja, é uma ferramenta que garante o alinhamento da carga tributária, assim como a verificação do cumprimento de todas as obrigações acessórias, mitigando os riscos de multas e autuações fiscais pelos órgão competentes, por erros e/ou possíveis faltas.

 

Sendo assim, é de extrema importância ter profissionais competentes responsáveis por esse processo, que estejam atualizados quanto às informações e leis tributárias que mudam constantemente. 

 

COMO A REVISÃO FISCAL É FEITA?

 

O primeiro passo é definir a pessoa responsável para desempenhar tal tarefa, como mencionado anteriormente, é necessário que seja alguém capacitado. Ou se preferir, há a possibilidade de investir em empresas especializadas no assunto, o que inclusive tem sido uma excelente opção, adotada por muitas empresas.

 

Isso minimiza o riscos de erros no processo de análise e auditoria, uma vez, que há a certeza de estar sendo executada por quem realmente entende do assunto.

 

É preciso fazer um apanhado de todas as informações atuais, levando em conta todos os impostos que estão sendo pagos e seus valores. Isso garantirá uma visão ampla da situação atual da empresa para que possibilidades de créditos e correções possam começar a ser tomadas.

 

Há também a necessidade de estender esse estudo para 5 anos atrás, pois como também já dissemos aqui, esse é o prazo limite para a solicitação de créditos fiscais não utilizados. 

 

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA REVISÃO FISCAL?

 

A revisão fiscal pode ajudar na recuperação de créditos não utilizados. O que possibilidade uma solicitação junto ao fisco de abatimento em obrigações futuras, utilizando o crédito concedido.

 

Isso fará com que as despesas fixas diminuam, dando um fôlego financeiro maior à empresa, com possibilidade de usar essa “sobra” como investimento. Proporcionando um giro maior de dinheiro e ampliação dos negócios.

 

Ela também irá verificar se todas as obrigações fiscais e acessórias instituídas para a sua empresa estão sendo cumpridas e será capaz de identificar erros e irregularidades, dando a possibilidade de correções, prevenindo multas e autuações desnecessárias. 

 

Com todo esse estudo, tanto da situação atual, como de 5 anos atrás é possível ter uma ampla visão do desenvolvimento da empresa, possibilitando um planejamento mais concreto e efetivo, pautados em projeções com base nos dados adquiridos. 

 

De forma mais direta podemos citar como benefícios:

 

  • Contribuição para a recuperação de créditos tributários e preservação do caixa;

 

  • Inibição do desperdício de recursos que podem ser usados no crescimento do negócio;

 

  • Apontamento de possibilidade para o uso de incentivos ou benefícios fiscais;

 

  • Revisão da estrutura financeira e operacional do negócio;

 

  • Identificação de eventuais irregularidades, dando a possibilidade de antecipar correções de falhas que poderiam gerar multas e penalidades;

 

  • Indicação do regime tributário mais vantajoso;

 

  • Identificação da necessidade de treinamento da equipe interna para manutenção de boas práticas.

 

COMO UM SOFTWARE DE REVISÃO TRIBUTÁRIA PODE AJUDAR NA REVISÃO FISCAL? 

 

“Sua empresa responde por muitas obrigações fiscais e tributárias e que existem prazos limites para a entrega de declarações. E que o não cumprimento dessas determinações geram autuações realizadas por órgãos fiscais como por exemplo a Receita Federal e fisco. E consequentemente, multas e prejuízos financeiros. 

 

E uma das consequências que atingem de forma direta os empresários, além da fiscalização, é o pagamento de impostos a maior – ou seja, pagamento de impostos além do que realmente é devido. Isso alcança cerca de 95% das companhias. É mais desperdício financeiro e mais prejuízo para contabilizar. E isso tudo pode ser evitado com a utilização das ferramentas corretas em sua empresa. 

 

E é aí que entra o software de revisão tributária. Entre as vantagens da sua utilização estão a redução de riscos, identificação dos benefícios fiscais e desenvolvimento do planejamento tributário.” – Saiba mais sobre essa ferramenta CLICANDO AQUI. 

 

Com a adoção das práticas corretas e o suporte de ferramentas eficientes a revisão fiscal se torna muito tranquila e poderosa, pode apostar. 

 

Por Atracto

 

Você também pode gostar do artigo ERRAR NA REVISÃO DE CADASTRO TRIBUTÁRIO DESTRÓI A EMPRESA